.

Em vídeo, presos da unidade de Santa Cruz do Capibaribe cobram 'melhor tratamento' e ameaçam rebelião

Gravação supostamente feita no interior do presídio mostram detentos criticando o tratamento na unidade.


Circulou nas redes sociais nesta terça-feira (19), um vídeo que mostra um detento supostamente da unidade prisional de Santa Cruz do Capibaribe reclamando do tratamento dado aos presidiários do local. Na gravação que dura poucos segundos, um homem encapuzado alega que agentes penitenciários estariam extorquindo os presos com a venda de lanches e água mineral.

Ao fundo, outros presos também falam e apontam que irão "arruaçar", caso não haja uma providência quando a direção da unidade. O termo usado pelo preso indica possível ato de rebelião como uma revelia pelo que estaria ocorrendo na unidade. Os internos afirmam ainda que disparos com balas de borracha estariam sendo efetuados por agentes carcerários.

Algumas imagens que circulam no WhatsApp mostram alguns dos presidiários feridos com marcas que aparentam ser de balas de efeito moral, ou de borracha, como são popularmente conhecidas. A diretoria da unidade ainda não se pronunciou sobre a veracidade do vídeo nem tampouco se ele de fato teria sido gravado em Santa Cruz do Capibaribe.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso