.

Clodoaldo Barros pagará fiança de R$ 500,00 e deve ser liberado

No início da tarde desta sexta-feira (08), o juiz Dr.Thiago, durante audiência de custódia decidiu que o ex-candidato a prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Clodoaldo Barros, deve pagar uma fiança no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) para que possa responder o ato cometido contra um vereador em liberdade. O Ministério Público, através do promotor Vinícius Costa chegou a pedir que a prisão em flagrante fosse convertida em prisão preventiva, mas o pedido não foi aceito pelo juiz.

Ao longo de sua carreira como militante político, o popular Clodoaldo Barros que reside em Santa Cruz do Capibaribe provocou uma série de episódios polêmicos, dentre eles um ocorrido na última quinta-feira (08), onde em um ato de protesto, segundo o mesmo, atirou ovos no presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, o vereador José Bezerra da Costa, popularmente conhecido como Zé Minhoca, do PSDB.

Clodoaldo teria adentrado o recinto mais cedo, porém não deu sinais que faria uma nova movimentação. Assim que a sessão teve início, o mesmo se dirigiu ao plenário e com ovos em punho os atirou em direção ao político. Pelo menos três parlamentares foram atingidos pelos respingos dos ovos, sendo eles Klemerson Ferreira (PSDB), Ronaldo Pacas (PR) e o próprio José Bezerra.

Após o ato, Clodoaldo permaneceu em meio ao plenário e afirmou que se alguém se aproximasse do mesmo iria reagir com um soco. Logo em seguida o popular que foi candidato a prefeito em 2016 pelo PMN foi preso e encaminhado para delegacia – relembre a candidatura. Em entrevista, Clodoaldo destacou que atirou ovos por não possuir uma arma, mas se a tivesse, teria efetuado disparos contra o que chamou de 'ladrões'.

Caso em 2016
Foto: Bruno Muniz (Arquivo Agreg Imagem)
Em 2016, mais precisamente no dia 05 de abril, Clodoaldo subiu ao plenário da mesma câmara e jogou os papéis da pauta de uma sessão plenária no chão, em seguida xingou os vereadores presentes – relembre o caso.

Greve de fome em 2017
Foto: Paulo Henrique (Agreg Imagem)
No ano passado, Clodoaldo Barros foi protagonista de uma greve de fome vivenciada nas imediações da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. Na ocasião o mesmo reivindicava a ouvida em uma CPI que investigava supostas irregularidades no Calçadão Miguel Arraes de Alencar –relembre o fato.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso