.

Ônibus em situação crítica coloca em risco a vida de pacientes de Santa Cruz do Capibaribe que fazem TFD

Veículo além de não oferecer conforto e segurança, encontra-se com débitos de multas de trânsito em aberto.

Essa semana a reportagem do Blog do Bruno Muniz tomou conhecimento do estado de má conservação em que se encontra um micro-ônibus utilizado pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe para o transporte de pacientes doentes. O veículo utilizado pela Secretaria de Saúde para Tratamento Fora de Domicílio – TFD está longe dos padrões estabelecidos para a segurança dos passageiros.
Estrutura do veículo visivelmente está danificada – Foto: Cortesia/Divulgação
O TDF é oferecido para pacientes que precisam se deslocar para outras cidades e receber atendimento médico, já que o município não dispõe de unidades hospitalares de grande porte para atender a todas as demandas. Além do transtorno provocado pelas doenças as quais são acometidos, os mesmos enfrentam ainda uma viagem estressante e repleta de perigos tamanho o descaso em que se encontra o micro-ônibus com placas KFR 3713.
Itens obrigatórios de segurança dos passageiros e de tráfego não estão mais no painel do automóvel – Foto: Cortesia/Divulgação
Imagens enviadas por um paciente a nossa reportagem mostra as condições internas do automóvel. Cintos de segurança danificados, painel sem funcionalidade, assentos e estrutura geral comprometida pela ação do tempo e o desgaste do uso constante, além de um piso quebradiço que por si só oferece uma série de transtornos.
Proteção básica como cintos de segurança estão seriamente avariados – Foto: Cortesia/Divulgação
A falta de janelas também já fez com que muita água entrasse no veículo durante a chuva, acumulando poças no interior do mesmo. Este problema em si torna-se pequeno quando menciona-se que o micro-ônibus enfrenta problemas maiores como falta de freio e ausência de tacógrafo, o que gera riscos eminentes de acidentes.
Em recente dia com chuva, água adentrou veículo e deixou a situação ainda mais crítica para os passageiros – Foto: Cortesia/Divulgação
Além dos problemas estruturais, o automóvel lotado na prefeitura de Santa Cruz também soma precisos R$ 1.288,18 (mil, duzentos e oitenta e oito reais e dezoito centavos) em multas de trânsito, sendo estes dados disponibilizados no site do DETRAN. Alguns pacientes que fazem uso do transporte público informaram a nossa reportagem que não reclamam da situação pela necessidade e também por medo de sofrerem represálias e ficarem respectivamente sem o atendimento médico tão necessário.

Secretaria de Saúde deve se pronunciar sobre tema

O Blog do Bruno Muniz entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe que informou que acionaria o secretário de Saúde, Dr. Nanau Marques, para dar explicações sobre a denúncia.



Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso