Grupo de Doulas participa de capacitação em Santa Cruz do Capibaribe

Na última semana, o grupo Santas Doulas, que auxiliam as gestantes e puérperas (mulheres que recentemente deram a luz) participaram de uma capacitação que aconteceu no Teatro Municipal.
Foto: ASCOM
O grupo, que atua voluntariamente, fez recentemente em Caruaru uma capacitação em uma unidade hospitalar daquela cidade com objetivo de readequar algumas técnicas à realidade local, para atuação no Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão.
Foto: ASCOM
As mulheres que participaram das atividades receberam certificados na presença do secretário de Saúde, Dr. Nanau Marques e da Coordenadora da Mulher, Nete Vieira.
Foto: ASCOM
O secretário Dr. Nanau falou a importância das doulas no estímulo ao parto humanizado. 
"Hoje em dia a saúde pública está utilizando meios de só realizar partos cesáreos em casos necessários, priorizando os partos naturais, o Brasil tem estatísticas muito altas de partos cesáreos, se comparado a outros países, e perceber que um grupo da nossa cidade está participando de iniciativas não apenas de aumentar o número de partos normais, como ainda os partos humanizados, é motivo de muito orgulho", reconheceu o secretário.
Nete Vieira, que também é doula, agradeceu pelo apoio da gestão ao projeto. 
Foto: ASCOM
"Sentimento profundo de gratidão, primeiramente a Deus, ao prefeito Edson Vieira e minhas companheiras Doulas pela realização deste sonho que, há 4 anos militamos no enfrentamento contra a violência obstétrica e em defesa do parto humanizado. É mais um marco em meu legado como pessoa e profissional, juntamente com o grupo das Santas Doulas, continuaremos cumprindo o nosso maior desejo que é o de servir às nossas gestantes e seus bebês da forma que merecem. É um prazer imenso em fazer parte dessa estrutura que impacta vidas positivamente em nossa cidade", comentou. 
Conteúdo da Assessoria

0 Deixe seu comentário

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.