.

Em Pernambuco, chuva desabriga duas mil pessoas

Foto: Divulgação
Duas mil pessoas estão fora de casa em Barreiros, na Zona da Mata de Pernambuco, onde choveu, em um único dia, o esperado para duas semanas

Uma cidade debaixo d’água. Os dois rios que cortam Barreiros subiram cinco metros e alagaram bairros inteiros. A Defesa Civil calcula que 518 famílias ficaram desalojadas. Na pressa, os moradores tentavam salvar o que podiam. A dona de casa Ana Paula Oliveira guardou alguns móveis dentro de um ônibus.
“Meu esposo tem este ônibus e, toda vez quando enche, a gente pega as coisas e o que cabe a gente coloca aqui dentro."
Foto: Divulgação
Um drama que se repete. Há nove anos, os moradores enfrentaram um pesadelo ainda pior. Uma enchente destruiu quase toda a cidade.

Num esforço, o vigilante Roberto Carlos da Silva conseguiu salvar o sofá que foi colocado na parte mais alta da parede.
“Foi bastante difícil porque a água veio muito forte e muito rápido e não deu tempo de tirar quase nada”.
Foto: Divulgação
“Vamos fazer o levantamento de todas as famílias que foram atingidas pela água e vamos atrás do recurso e da ajuda", disse o coordenador da Defesa Civil, Amaro Joaquim Galdino.
Muita gente queria aproveitar a segunda-feira para limpar a sujeira, mas não tinha água nas torneiras.
“Precisamos fazer a limpeza da casa e estamos aqui aguardando a água”.
Foto: Divulgação
Também choveu forte na região metropolitana do Recife. Desta vez as pancadas de chuva chegaram acompanhadas por rajadas de vento como há muito tempo não se via. A ventania atingiu 36 quilômetros por hora, cinco vezes mais intensa do que o normal. Foi um dia de mar agitado.
Foto: Divulgação
A ressaca, segundo a Marinha, produziu ondas de quase quatro metros. O mau tempo deixou deserto o principal destino turístico do estado. Porto de Galinhas ficou com bares e restaurantes vazios.

A Companhia Pernambucana de Saneamento declarou que o sistema de abastecimento de água já voltou a funcionar em Barreiros e que a situação deve ser regularizada até quarta-feira (24).

Com informações do Jornal Nacional


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso