.

Caravana Juventude em Movimento leva cursos, oficinas e palestras para jovens do Case Cabo

Evento, que já passou por outras unidades da Funase, tem como diferencial a oferta simultânea de ações de profissionalização.

A Caravana Juventude em Movimento aportou no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. A unidade, que é administrada pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), está recebendo, até a próxima terça-feira (23), quatro cursos, uma série de oficinas e um ciclo de palestras sobre qualificação profissional. O objetivo é ofertar uma programação com atividades simultâneas para abranger mais de 200 socioeducandos matriculados nas ações.

Estão ocorrendo os cursos de Artesanato em Biscuit, Jardinagem, Pintura Imobiliária e Introdução à Automação Eletroeletrônica. As aulas, predominantemente práticas, são ministradas por integrantes do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase. Já as oficinas de aperfeiçoamento profissional incluem conteúdos voltados à área de Informática, abordando temas como digitação, elaboração de currículos, internet, e-mail, Pacote Office, noções de sistemas operacionais, imagens e segurança da informação.

Todas as atividades serão certificadas pelo Centro de Integração Empresa-Escola de Pernambuco (CIEE-PE), parceiro da Funase na oferta de cursos profissionalizantes para socioeducandos em todo o Estado. A entrega dos certificados aos alunos concluintes está prevista para o último dia da caravana. Ainda durante o evento, o CIEE está realizando um ciclo de palestras de pré-qualificação para o mercado de trabalho, abordando os temas “Marketing Pessoal, “Currículo”, “Entrevista” e “Trabalho em Equipe”.

A Caravana Juventude em Movimento já passou por outras unidades da Funase, como o Case Timbaúba, o Case/Cenip Garanhuns, o Case Jaboatão dos Guararapes e o Case Santa Luzia. No Case Caruaru, o evento ocorreu duas vezes, em 2018 e em 2019. Já no Case Cabo, a caravana se consagra como a maior já realizada devido ao número de jovens atendidos simultaneamente. “Esta edição ainda tem o diferencial de ser a primeira a envolver agentes socioeducativos que atuam como instrutores em outras unidades da Funase”, afirma o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque.

Para a coordenadora técnica do Case Cabo, Midian Borges, o formato do evento se mostrou um acerto, sobretudo no período de férias escolares.
“O projeto é excelente e realmente movimenta a unidade por promover cursos de forma simultânea. Com os jovens no período de férias, os cursos contribuem para ocupá-los de uma forma extremamente produtiva. É algo que contribui para a vida após o cumprimento da medida socioeducativa, pois, quando retornarem à sociedade, terão um certificado no currículo. É algo que conta na busca que eles farão por ingresso no mercado de trabalho”, avalia.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso