.

Jovem do Agreste morre repentinamente e SES suspeita de H1N1

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) investiga a morte de uma estudante de medicina de 17 anos, que pode ter sido a quarta vítima da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em Pernambuco neste ano. A doença pode ser provocada por diversos agentes, entre bactérias e vírus, sendo um deles o Influenza A (H1N1).

A adolescente deu entrada em um hospital particular do Recife no último sábado (27) com sintomas como vômito, febre e dores no corpo. Ela morreu no mesmo dia que chegou à unidade de saúde. Por meio de nota, a SES disse que o agente causador da síndrome só pode ser confirmado após o resultado dos exames laboratoriais.
"As amostras colhidas já foram encaminhadas para realização de exames laboratoriais. Vale destacar que o agente etiológico causador da síndrome só pode ser confirmado após o resultado dos exames", diz a nota.
A SES afirmou ainda que já está em contato com as secretarias de Saúde do Recife e de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, de onde era jovem, e segue acompanhando o caso.

Com informações do JC


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso