.

Em bairro de Santa Cruz do Capibaribe, moradores dividem espaço com lixo e animais

Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Lixo acumulado há semanas, animais soltos e insetos. Esses são alguns dos problemas que atingem hoje parte do bairro São Miguel, em Santa Cruz do Capibaribe. No local, moradores alegam que o veículo da coleta de lixo até passa semanalmente, porém não recolhe todo os resíduos que são deixados pela população nas imediações das residências.
"Essa rua vive cheia de cavalos, eles rasgam o lixo e quando o carro passa só recolhe o que querem, deixando para trás lixo espalhado. A gente até junta novamente, mas é recorrente, sempre acontece tudo do mesmo jeito. Não é preciso reparar muito para notar que esse trecho do bairro está tomado por lixo", lamentou Luciana Araújo, costureira de 29 anos que reside no trecho afetado.
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
A nossa reportagem flagrou no ato da denúncia um animal solto no local e que consequentemente estava rasgando sacos de lixo. Em uma outra extremidade de uma das ruas próximas a sede da Compesa, moradores atearam fogo em uma grande quantidade de lixo que estava acumulada no local.
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Alguns moradores relatam o constante aparecimento de escorpiões e ratos. Para os mesmos, as pragas estão diretamente ligadas ao lixo presente no local. Alguns relatam que já encaminharam cobranças aos órgãos responsáveis, porém pouco ou nada foi feito pela comunidade.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso