.

"Tentativa de homicídio", diz Jéssyca Cavalcanti sobre agressão de assessor

Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Na manhã desta segunda-feira (11), a vereadora Jéssyca Cavalcanti (PTC) conversou com a nossa reportagem e falou sobre o caso ocorrido também na manhã de hoje, onde dois assessores parlamentares discutiram e um deles acabou sendo ferido no rosto com um objeto cortante, possivelmente um canivete – confira o caso.

Segundo Jéssyca, o caso se tratou de uma tentativa de homicídio, ressaltando ainda que espera pelos procedimentos legais para a punição de Gilsemar, respónsável pela lesão corporal. A vereadora disse ainda que o assessor do vereador Ronaldo Pacas (PTC), responsável pela agressão, estava ameaçando o seu funcionário anteriormente.
"Lamento o fato, não é a primeira vez que esse rapaz faz esse tipo de situação...", disse e prosseguiu, "Ele não quer que ninguém revide, quando alguém revida ele vai para o jogo baixo, infelizmente tem sido essa situação. Fablício foi trabalhar hoje, fazer os ofícios que eu tinha solicitado e foi abordado por ele. Segundo Fablício disse que ele dia dar no abdômen, e Fablício se afastou, abaixou e pegou no rosto. Infelizmente de canto a canto. Eu espero que essa tentativa de homicídio ela seja resolvida", disse a vereadora afirmando ainda que Gilsemar teria ameaçado Fablício um dia antes do ocorrido.
De acordo com levantamento feito pelo Blog do Bruno Muniz, Gilsermar e Fablício estavam vivenciando diversos atritos em grupos do WhatsApp, isso já há semanas. Sendo que nesta segunda, durante o encontro físico, os ânimos teriam se exaltado e o pior acabou acontecendo.

O Blog do Bruno Muniz também entrou em contato com o vereador Ronaldo Pacas e também com o assessor Gilsemar. Gilsemar se comprometeu a comentar o caso brevemente, já o vereador ainda não retornou o nosso contato.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso