.

"Fui obrigado a agir em legítima defesa", diz assessor envolvido em agressão em Santa Cruz

Gilsemar lamentou que ex-companheiro de câmara tenha saído ferido.

Na manhã desta terça-feira (12), o Blog do Bruno Muniz conversou com Gilsemar Pedro, um dos envolvidos em um caso de agressão que ocorreu na última segunda-feira (11), em Santa Cruz do Capibaribe. Gilsemar e Fablicio Araújo eram assessores parlamentares de dois vereadores do município e foram exonerados após a briga que resultou em um ferimento grave no rosto de Fablicio.

A polícia ainda está investigando o caso e câmeras de um circuito externo de segurança poderão auxiliar no processo de responsabilização. Em entrevista ao Blog, Gilsemar alegou que agiu em legítima defesa e completou dizendo que irá aguardar a divulgação das imagens sobre o ocorrido.
"Sobre o lamentável ocorrido de ontem, tanto as testemunhas oculares quanto as imagens irão mostrar que fui obrigado a agir em legítima defesa, possivelmente hoje estaremos dando nossos esclarecimentos ao delegado responsável pelo caso, também lamento pelo Fablicio que saiu ferido", disse.
A nossa reportagem entrou em contato com Fablicio, porém o mesmo alegou que preferiria não se pronunciar sobre o caso antes de sua recuperação.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso