.

Ovos produzidos em Pernambuco devem ter identificação impressa na casca, define Governo do Estado

Imagem ilustrativa
Os ovos produzidos em Pernambuco devem sair das granjas com um código impresso na casca a partir de abril de 2019. A medida foi decretada pelo governador Paulo Câmara (PSB) e tem o objetivo de garantir a segurança alimentar do consumidor, de acordo com o governo.

A produção de ovos de galinha em Pernambuco passará por uma drástica mudança nos próximos meses. Isso porque uma medida decretada pelo governador Paulo Câmara (PSB) tem como objetivo garantir que os ovos já saiam das granjas com um código impresso na casca.

De acordo com informações do Governo de Pernambuco, a medida que passa a vale a partir de abril, visa garantir a segurança alimentar dos consumidores. Na casca os ovos devem levar informações como a data de produção e o número de registro na Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro).

Ainda segundo o decreto, cada unidade de ovo tem até 21 dias para ser comercializada em temperatura ambiente e, para produtos refrigerados, o prazo se estende para 30 dias. A norma também determina que, caso sejam vendidos em supermercados, os ovos podem estar encaixados, nos termos das legislações federal e estadual vigentes. No caso de ovos sem identificação individual, não será possível comercializar os produtos de forma fracionada.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso