.

Em Stª Cruz do Capibaribe, gestora de escola pública faz discurso contra Bolsonaro em sala de aula e pais denunciam

Pais caracterizaram conduta como "doutrinação ideológica" e afirmam que diretora esteve de sala em sala com o mesmo discurso.


Na tarde desta sexta-feira (26), a redação do Blog do Bruno Muniz recebeu um vídeo com mais de 12 minutos onde uma professora/diretora da rede pública estadual de Santa Cruz do Capibaribe aparece discursando para alunos do ensino fundamental, expondo o presidenciável Jair Messias Bolsonaro (PSL) como um provável malfeitor potencial.

As declarações da educadora chamaram atenção dos pais de um dos alunos que acompanharam as falas por gravação e se disseram indignados com o que foi apresentado para os estudantes.
"Entendemos o posicionamento das pessoas que vivem em uma sociedade democrática, mas acho que a forma como isso foi feito se caracteriza como um atentado à livre escolha. Acho que cada um vota em quem quer, no que acredita ser o melhor. O que não podemos aceitar é essa doutrinação esquerdista dentro da sala de aula. Nossos filhos vão para escola aprender português, matemática, física, não ouvir uma servidora pública expondo as suas ideias políticas como se birô fosse palanque", lamentou uma das mães que preferiu não ser identificada.
Ainda de acordo com informações, o fato teria acontecido na Escola José Francelino Aragão, uma das mais conhecidas do município. Para os pais que interagiram com a nossa redação, providências serão tomadas a respeito do caso.
"Inadmissível. É assim que posso definir. Minha filha nem vota e chegou em casa atribulada dizendo que eu não poderia votar em Bolsonaro, e se votasse, coisas horríveis aconteceriam com a gente. Esse ano eu nem votei devido a um problema com meu título, mas foi muito triste ver minha filha naquela aflição toda. Muito desnecessário que um gestor de uma escola saia de sala em sala provocando pânico nos alunos", lamentou a costureira.
O Blog do Bruno Muniz tentou contato por telefone com a direção da Escola José Francelino Aragão, porém não conseguimos sucesso em nossas ligações. O Blog também entrou em contato com a Gerência Regional de Educação (GRE) e aguarda um posicionamento. As imagens da abertura da matéria foram limitadas tendo em vista a extensão do vídeo original.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso