.

"Nunca escondemos de Marília", ressalta equipe de Gleisi Hoffmann ao Blog sobre posicionamento do PT Nacional

Ciro Gomes deverá receber apoio do partido por consequência de conjuntura que visa realinhar e organizar nacionalmente a Esquerda.
Foto: Assessoria de Comunicação
Essa semana, o Blog do Bruno Muniz entrou em contato com a senadora Gleisi Hoffmann para fazer questionamentos sobre o atual momento do Partido dos Trabalhadores em todo o cenário nacional. Em Pernambuco, a sigla vivencia momentos de turbulência devido a possibilidade de aliança com o PSB e extinção da candidatura de Marília Arraes, que está bem colocada nas pesquisas de intenção de voto.

Em uma ampla explicação, a assessoria da senadora Gleisi Hoffmann ressaltou alguns aspectos que compõem o ensejo das eleições de outubro, inclusive dando claramente a entender que o partido e Lula poderão apoiar o presidenciável Ciro Gomes, do PDT.
"Tudo isso é uma estratégia nacional para resgatar a aliança com o PSB, um partido em disputa. No Nordeste e Norte apoiarão Lula ou quem Lula Indicar. Essa ala do PSB (Ricardo Coutinho, Paulo Câmara, Capiberibe) tirou a direita do partido, e colocou o PSB contra a reforma trabalhista, a EC 95, a entrega da Petrobras e a privatização da Eletrobras. Precisamos recompor uma frente política de esquerda no país, pois é uma condição para o enfrentamento ao golpe e para tirar o Brasil da crise com uma política econômica inclusiva. O PCdoB, um dos partidos que compõe essa frente, via o entendimento com o PSB como condição para construirmos uma unidade do campo da esquerda.

Desde o ano passado temos reforçado que nossas alianças, ou acordos eleitorais, se dariam no campo de centro esquerda. E listamos, aprovamos, em resolução do PT que os partidos para construirmos isso eram PCdoB, PSB e PDT. Nunca escondemos do PT de Pernambuco, dos movimentos sociais e de Marília, nossas movimentos e conversas. Lutamos por uma coligação formal, mas infelizmente, não foi possível. Precisamos pensar que, esse movimento é o recomeço da frente de esquerda no país, buscando resgatar um partido que historicamente esteve do nosso lado.

Se não fizermos isso, as eleições sem Lula, e sem a construção de um campo político nacional progressista e popular, não vamos conseguir recuperar o nosso país. Não podemos perder o foco do nosso enfrentamento. Estamos numa batalha pela devolução dos empregos, dos direitos dos trabalhadores e do povo, precisamos ter a nossa democracia e soberania, novamente. Esperamos que compreenda as decisões tomadas", assinou a equipe de Gleisi Hoffmann.
Em recente coletiva de imprensa a vereadora do Recife e pré-candidata a Governo de Pernambuco, Marília Arraes afirmou que manterá propósito de candidatura oficializada. A mesma ainda recebeu apoio da maioria dos delegados.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso