.

Cleiton Barboza é recebido em fábricas de confecções da região

Foto: Assessoria de Comunicação
Dando continuidade a sua campanha, Cleiton Barboza (PP) tem visitado confecções e palestrado para um público que o mesmo conhece bem, os costureiros. Há anos inserido nesse mercado, Cleiton que agora disputa uma vaga de deputado estadual já viveu a vive a realidade de uma classe batalhadora e que tira o seu sustento diário de uma máquina de costura.

Em seu plano de mandato participativo, Cleiton destaca mais incentivo para a categoria que muitas vezes atua na insalubridade, sem receber os direitos adequados e benefícios básicos. Para o mesmo, é possível que patrões e funcionários possuam relações produtivas mesmo com a garantia dos direitos de ambas os lados.
"Santa Cruz do Capibaribe, por exemplo, tem economia embasada na produtividade dessa classe que ano após ano desenvolve o Polo de Confecções. Reconhecemos a representatividade das grandes fábricas, mas os pequenos confeccionistas representam uma parcela grandiosa desse desenvolvimento. O que propomos são incentivos fiscais para os empresários, para que na prática isso cause reflexos positivos para costureiros, auxiliares de serviços gerais, estampadores e todo e qualquer profissional que está diretamente ligado ao contexto de produtividade do Polo", destaca Cleiton.
Foto: Assessoria de Comunicação
Cleiton aponta que tratar das classes profissionais hoje, de um modo em geral, é também tratar da qualidade de vida das pessoas atentando para todos os aspectos. Nesse quesito, o candidato expõe uma visão que tem a respeito do tema.
"Não podemos falar de melhorias na vida profissional das pessoas sem garantir os serviços básicos. Um costureiro, por exemplo, necessita trabalhar e adquirir os seus bens, ter casa própria, poder contribuir com o sustento de sua família. Isso jamais acontecerá se o mesmo for perseguido pela criminalidade, pela ausência de serviços de saúde, pela falta de infraestrutura. Tudo deve funcionar como um grande conjunto, precisamos dar tranquilidade ao povo inicialmente", apontou.
Foto: Assessoria de Comunicação
Por fim, Cleiton Barboza destacou o sentimento que tem se perpetuado em suas visitas por diversos bairros. Um claro reflexo da receptividade das pessoas.
"Eu só tenho a agradecer aos empresários que nos tem aberto as portas de suas confecções e ouvido as nossas propostas. Agradeço também aos costureiros, tiradores de ponta de linha, organizadores de mercadorias, gerentes e outros trabalhadores que nos dão alguns minutos de atenção e de fato acompanham a nossa linha de pensamento. É gratificante ser recebido dessa forma, eu vejo um novo sentimento pairando no ar, isso só reforça que a nova forma de se fazer política já está habitando a vida das pessoas", pontuou.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso