.

Rodada de Negócios da Moda Pernambucana apresenta nova ala de fomento à cadeia produtiva da moda

Foto: Assessoria e Comunicação
A Rodada de Negócios da Moda Pernambucana (RNMP) não para de inovar a cada edição. O próximo evento, que acontece de um a três de agosto, no Polo Caruaru, contará com um espaço destinado aos fornecedores de produtos têxteis, o InoveTex. Essa é mais uma estratégia de desenvolvimento do Arranjo Produtivo Local (APL) proporcionada pela RNMP. Nove empresas dos segmentos de fios, tecidos, aviamentos, tecnologia e soluções financeiras participam da nova ala.

Somando-se a Alameda da Moda e ao Pernambuco que Cresce, o InoveTex faz a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana contemplar toda a cadeia produtiva da moda, desde a criação das peças, passando pelos insumos da indústria, até a comercialização em atacado que abastece as lojas varejistas do Brasil inteiro. Devido ao reconhecimento que a RNMP alcançou nacionalmente, em quase 13 anos de realização, os fabricantes têxteis identificaram no evento uma oportunidade de expandir seus negócios e alcançar novos mercados.

O InoveTex irá impulsionar o mercado de produtos têxteis na região, gerando parcerias e negócios para os segmentos do setor, através do fluxo de compradores e espontâneos que são atraídos para Caruaru pela Rodada de Negócios. A nova ala permite que os fornecedores se aproximarem de seu público-alvo, que são as empresas da indústria têxtil, participando de um evento segmentado e de credibilidade. Para as empresas que buscam fornecedores para suas produções, a novidade vem suprir uma lacuna de eventos direcionados especificamente ao universo têxtil.
“A Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) possibilita aos empresários do setor de confecção o contato com parceiros comerciais, promovendo acesso à tecnologia, financiamento e serviços”, destaca o coordenador do evento, Wamberto Barbosa, sobre como a ampliação da RNMP favorece a economia do Estado como um todo. 
A integração entre Pernambuco e Paraíba, através dos setores têxtil e calçadista, respectivamente, é outro ponto de destaque. A ideia é transformar os dois estados nos principais fornecedores desses produtos através da Rodada de Negócios.

Mas, as inovações não param por aí. O “Pernambuco que Cresce”, espaço voltado para micro e pequenas empresas, terá nesta edição 12 representantes dos segmentos de moda masculina, feminina, jeans e infantil. A Alameda dos Profissionais também sofrerá mudanças e passa a se chamar Alameda da Moda, ambiente aberto ao público em geral, comandado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), que proporciona uma imersão na moda da região com uma programação que contempla processos criativos e soluções tecnológicas para o mercado. A cultura local estará presente com apresentações culturais trazidas pela parceria com a Prefeitura de Caruaru. Além disso, a empresa Sport Company comemora seus 15 anos com um desfile de lançamento da sua nova coleção.

A 26ª RNMP conta com 500 compradores confirmados de todas as regiões do País e 159 estandes de empresas expositoras, incluindo a ala InoveTex. A Acic realiza a 26ª RNMP, edição primavera/verão, com a correalização do Sebrae. Marcas de Pernambuco, Minas Gerais, Paraíba, Goiás, Ceará e do Rio Grande do Norte estarão no evento que já gerou mais de R$ 329 milhões em negócios. A RNMP conta ainda com o apoio do Governo do Estado, através da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD-DIPER), da Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo, do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE), do Senac, da Associação Comercial e Industrial de Toritama (Acit), da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap), da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Surubim (Aciasur) e do Sindicado das Indústrias do Vestuário do Estado de Pernambuco (Sindivest/PE).


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso