.

Após carta em tom de rompimento, Bruno Araújo é lançado como pré-candidato ao Senado apoiado por Armando Monteiro

Foto: Divulgação
Essa semana o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) emitiu uma carta onde claramente rompia os seus vínculos políticos com o projeto de Armando Monteiro (PTB) que visa hoje disputar a vaga de Governador do Estado. Na ocasião, o tucano usou trechos como "ficou evidente a dificuldade levantada por esse conjunto em dar seguimento ao meu nome para uma das vagas ao Senado" e "devolvo a meu Partido a honrosa indicação que recebi para que defina o melhor caminho".

A carta, que justamente foi interpretada pelos principais jornais do país como rompimento, tomou proporções de mera 'pressão' na manhã deste sábado, 28, onde Bruno Araújo foi anunciado oficialmente como pré-candidato ao Senado pela frente "Pernambuco Vai Mudar", projeto liderado pelo petebista Armando Monteiro. Além de Bruno, Mendonça Filho (DEM) também tentará uma vaga no Senado Federal.
Foto: Divulgação
"Chego com a missão de ajudar Armando a enfrentar as dificuldades que Pernambuco vem passando. Vamos correr o Estado para ouvir as pessoas e refletir num programa que se encaixe na realidade de Pernambuco", disse Bruno.
Durante o ato de oficialização da pré-candidatura, estiveram presentes vários prefeitos, dentre eles Raquel Lyra (PSDB) de Caruaru e Edson Vieira (PSDB) de Santa Cruz do Capibaribe.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso