.

São João da Moda 2018 – Potencialidade sonora para artistas locais incomoda músicos

Cantor Jean Araújo reclamou e reacendeu debate sobre o tratamento dado aos cantores 'da terra'.
Jean Araújo é uma das revelações da música regional no Agreste – Foto: Divulgação
No último domingo (17), Santa Cruz do Capibaribe vivenciou a segunda noite de apresentações oficiais do São João da Moda 2018. Subiram ao Palco da Moda várias atrações regionais e logo em seguida a dupla Gleydson & Henricky, a banda Cavaleiros do Forró e o cantor Avine Vinny. A tarde no local também foi composta pela exibição do jogo entre Brasil e Suíça pela Copa do Mundo da Rússia, partida essa que terminou empatada em 1 a 1.

As apresentações no palco oficial do São João de Santa Cruz do Capibaribe também foram marcadas por alguns momentos notáveis. Visivelmente insatisfeito, o cantor Jean Araújo, que é de Santa Cruz do Capibaribe, reclamou por diversos momentos da potencialidade do som disponibilizado para o mesmo e sua banda, altura esta que também foi sentida nas apresentações de outros artistas e chamou atenção do público.
"Pessoal da mesa de som aí, pode aumentar mais esse som, se for preciso pagar alguma coisa, eu pago. Eu sei que esse som tem mais potência do que isso", disse o músico.
Nas redes sociais, músicos comentaram o caso e demonstraram apoio ao sertanejo Jean, afirmando que os artistas locais possuem tratamento visivelmente inferior aos demais a começar pela qualidade do som disponibilizado nos grandes eventos. Após os pedidos no palco, Jean Araújo finalizou a apresentação com uma melhor qualidade no áudio disponibilizado pela mesa de som central.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso