.

Quem poderá nos defender? — Por Marciel Aquino


A frase “E agora, quem poderá nos defender”, dita repetidas vezes no seriado do personagem cômico Chapolin Colorado bem que poderia servir para representar a triste situação atual do Brasil. Vivemos uma situação que parece não ter saída. Um país sem governo ou governado por corruptos.

Ou ainda poderemos recorrer a Bíblia Sagrada, como está escrito: “Não há nenhum justo, nem ao menos um”, para procurarmos compreender os nossos governantes. Estamos totalmente desacreditados nos poderes que governam o país. Seja o executivo, legislativo ou judiciário, o que vemos que um atua para proteger o outro, quando deveria proteger o cidadão.

O povo brasileiro depositou sua esperança em um operário, uma pessoa e um partido que pretendia lutar para acabar com a corrupção e melhorar a situação da classe mais pobre da população. Podemos dizer que nos 13 anos de governo do PT, a vida dos brasileiros, principalmente das classes mais baixas melhorou, porém a corrupção, os escândalos continuaram. Tivemos muitos avanços, não podemos negar, porém uma grande crise se agravou após a eleição presidencial de 2014.

Em uma eleição apertada, o povo reconduziu Dilma Rousseff para seu segundo mandato, mas deixou o país dividido e muitos políticos inconformados. A maioria dos políticos e porque não dizer a maioria dos brasileiros gosta de levar vantagens, “do toma lá dá cá” e de certa forma, o governo de Dilma vinha diminuindo com essa prática. Não sei se pela vontade da petista ou se por seu jeito duro e dificuldades de negociar com os famintos deputados e senadores, o que ocasionou seu Impeachment.
  
O povo foi para rua, achando que a saída de Dilma seria a solução, e pela a atual situação, vimos que não foi. Se o povo tivesse o entendimento de quem assumiria a país, talvez tivesse pensado duas vezes. Ao colocar um vice impopular, sem experiência e sem liderança, colocamos o Brasil numa situação de descrédito e profunda crise.

As promessas para colocar o país nos trilhos não saíram dos discursos e fez com que o povo ficasse a cada dia mais revoltado e descrente nos políticos. Tivemos esses dias com a greve dos caminhoneiros um alto grito de socorro, mas que só serviu para mostrar a quanto o governo não está preocupado com o povo e sim com a sua permanência no cargo e em garantir dinheiro para comprar mais uma vez sua permanência no governo, desgovernado.

Assim como os caminhoneiros mostraram sua força e sua importância para o país, nós também podemos mostrar nossa força nas urnas em outubro. 

Por Marciel Aquino

(As opiniões aqui expressas são de total responsabilidade do colunista idealizador.)


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso