.

Polícia Civil de Pernambuco realiza intervenção tática em Toritama, no Agreste

Mega operação resultou na apreensão de armas, drogas e pessoas, relatou delegada Érica Feitosa.
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Nesta sexta-feira (08), a Polícia Civil de Pernambuco realizou uma intervenção no município de Toritama, no Agreste de Pernambuco, onde tinha como objetivo coibir ações do crime organizado que atuava na cidade.
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
A ação denominada de 'Garra' se deu após várias investigações sob a gestão da delegada de Polícia Civil Érica Fonseca Matias Aguiar Feitosa, esta que conduziu os trabalhos e fez o acompanhamento de toda a operação.
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
As investigações tiveram início no mês de abril do corrente ano, tendo por objetivo a desarticulação de associação criminosa, voltado para a prática do tráfico de drogas e porte Ilegal de armas de fogo. 
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Ao total foram expedidos 01 (um) mandados de prisão preventiva e mandado de busca e apreensão domiciliar itinerante. Na deflagração foram empregadas 11 (onze) equipes da Polícia Civil, entre delegados, comissários, agentes e escrivães, em total de aproximadamente 55 (cinquenta e cinco) policiais civis envolvidos. Além disso, contando com o apoio da Polícia Militar, guarnição esta que disponibilizou 14 (catorze) viaturas com equipes completas de policiais militares, dentre eles, efetivo do BEPI e BIESP.

No cumprimento do mandado foram presas 3 pessoas em flagrante e apreendido um menor. Ainda, foram apreendidos dois revólveres, duas balanças de precisão, grande quantidade de droga, veículo blindado e máscaras utilizadas para práticas de delitos.
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
De acordo com a delegada Érica, os trabalhos de combate ao crime em Toritama estão sendo realizados de maneira constante e muito organizada, tendo em vista erradicar as ações de criminosos que além de gerarem malefícios para a população, comprometem a ordem da sociedade.
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Os envolvidos, identificados como Denis Barbosa da Silva, de 18 anos, Lucas Natalício da Silva e Josefa Adelina da Silva, 59 anos, conhecida por "Josefa da Garra", foram encaminhados para a delegacia regional e serão investigados pelos referidos crimes citados nesta reportagem.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso