.

Em texto público, Paulinho Coelho aponta: 'As maiores lideranças são os maiores produtores de pauta negativa contra si mesmos'

Foto: Facebook (Reprodução)
Em texto publicado na manhã desta quinta-feira (26) em sua rede social pessoal, o universitário e militante Paulinho Coelho, que lidera o PCdoB em Santa Cruz do Capibaribe, fez uma exposição da atual conjuntura política melancólica vivenciada pela que hoje é conhecida como a 'Capital da Moda'. Nas suas explanações o jovem lamentou o atual contexto cujo os eleitores estão assistindo perplexos, isso somada a inércia da classe política que parece ter perdido rumos outrora já escassos.
"Eu tenho ficado impressionado com a capacidade de autodestruição dos políticos de Santa Cruz de uns anos pra cá. As maiores lideranças são os maiores produtores de pauta negativa contra si mesmos. As defesas cegas de correligionários na ânsia de 'mostrar serviço' atrapalham ainda mais e irritam a população, logo, os eleitores", diz um dos trechos.
Uma outra parte do que pode ser entendido como um desabafo, Paulinho elenca temas recorrentes que atualmente estão sendo utilizados como queda de braços onde as partes correm contra o tempo para demonstrar força política e influência com outros políticos que ocupam hoje níveis mais alto do setor público.
"Nos últimos dias então nem se fala. Aqui quero destacar o prefeito Edson e o deputado Diogo. São tentativas desesperadas de mostrar serviço, como a história da rodoviária e a 'reforma' da cruz. Ao mesmo tempo o jogo de empurra empurra com as blitz, os buracos, obras paradas. Não é possível tanta falta de planejamento e construção de discurso, além da total falta de habilidade em lidar com conflitos e críticas...

Do 'outro lado', projetos aleatórios surgindo e morrendo todos os dias, como as candidaturas de Fernando a Deputado Federal e Cleiton e Aguinaldo a Deputado Estadual. Isso sem contar as omissões", ressaltou.
Nos trechos retirados do texto original de Coelho e republicados aqui pelo Blog, é possível notar ainda uma forte crítica aos nomes que embora busquem demonstrar posicionamentos diferentes politicamente, seguem praticamente a mesma linha de postura.
"Omissões eu destaco as de Alessandra e Zé Augusto. O projeto de Alessandra, cada dia que passa de seu silêncio, parece menos o da Deputada da Alegria e mais o da 'esposa do prefeito'. Zé Augusto sumiu. Lula afirmou que deixou de ser uma um homem para ser uma ideia, se não venceu, pelo menos empatou com Moro. Zé Augusto, por sua vez, se tornou uma lembrança. Cada vez mais distante, inclusive", pontuou.
O texto completo publicado por Paulinho Coelho no Facebook pode ser visto neste link.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso