.

Solidariedade e alegria marcaram a quarta edição do Baile Municipal


Caracterizados de egípcios, marinheiros, piratas, heróis, esportistas ou simplesmente sem fantasias, centenas de pessoas vestiram a camisa da solidariedade e caíram na folia, nesta sexta-feira (29), durante o quarto Baile Municipal de Santa Cruz do Capibaribe. O evento idealizado pela primeira-dama Alessandra Vieira reverterá sua renda à Associação Alcançando Crianças e Espaço Construindo o Saber.


O evento visa ainda resgatar os tradicionais festejos carnavalescos na Capital da Confecção, assim como promover o encontro de amigos e familiares num ambiente de alegria e harmonia.
“É muito gratificante ver o crescimento do Baile Municipal. Saber que as pessoas confeccionam suas fantasias para participar do evento, que as instituições beneficiadas com a renda da festa poderão desenvolver novos projetos e constatar que a sociedade santa-cruzense vestiu de coração, a camisa da alegria e da solidariedade”, ressaltou Alessandra Vieira.
Nesta edição, o Baile Municipal homenageou Miriam Vênus de Andrade, popularmente conhecida por Miriam Badú, sua admiração pelo carnaval, pela cidade de Santa Cruz do Capibaribe e sua atuação social no município foram decisivos para a escolha da empresária.
“Agradeço a homenagem prestada pela primeira-dama, Alessandra Vieira. Confesso que fiquei muito lisonjeada quando ela esteve em minha casa e fez o convite. Estar aqui com meus familiares e amigos é motivo de muita alegria, afinal o carnaval nos permite soltar o imaginário e sermos felizes,” declarou a empresária, esposa e mãe de dois filhos, Miriam Badú.

Além de empresas e meios de comunicação, o Baile Municipal conta com o apoio do Governo do Estado, Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores. Durante o evento, o prefeito Edson Vieira (PSDB) parabenizou a sociedade santa-cruzense pela participação e resgate da cultura local.
“Quero parabenizar a sociedade e as famílias santa-cruzenses por esse momento de alegria, solidariedade e preservação cultural que estamos vivenciando. Nossa cidade é o berço da confecção, mas acima de tudo é o berço das pessoas solidarias e comprometidas com o bem-estar o próximo,” frisou o prefeito.
Entre uma machinha carnavalesca e outra, a comissão organizadora do Baile elegeu os melhores figurinos. Na categoria melhor fantasia masculina venceu Evandro Passista e na categoria feminina venceu Larissa Barros. Já os destaques da noite foram para Robélio, com a fantasia comemorativa aos 28 anos da morte do Chacrinha, e as primas da família Andrade fantasiadas de Xuxa e Paquitas.

A abertura do baile ficou por conta da Novo Século Frevo Orquestra, em seguida a cantora santa-cruzense, Alexiana Muniz, apresentou o seu novo repertório de salsa e merengue. O axé da banda Eva fez os passistas recordarem outros carnavais e conhecerem melhor a nova formação da banda. A última atração a subir ao palco foi o grupo carnavalesco Patusco.

Com informações da Assessoria


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso