.

Exclusivo: Prefeito de Toritama, Odon Ferreira tem cassação derrubada pela Câmara


O processo de cassação, de autoria do vereador José Edvanilson Bezerra da Silva nº 01/2015, não passou pela maioria da Câmara, e com sete (07) votos favoráveis ao processo, três (03) contras e três (03) abstenções, os vereadores optaram por derrubar o processo contra o prefeito - Relembre o caso

A votação ficou da seguinte forma:

Pela Improcedência da Denúncia

Rossana Ferreira de Farias - Improcedência da Denúncia

Deoclécio Raimundo da Silva - Improcedência da Denúncia

Edmilson Dionisio dos Santos - Improcedência da Denúncia

Pela Procedência da Denúncia

Severino Antônio da Silva - Procedência da Denúncia

Marcos Antônio da Silva - Procedência da Denúncia

José Arimatéa de Carvalho - Procedência da Denúncia

José Edvanilton Bezerra da Silva - Procedência da Denúncia

José Fábio de Araújo - Procedência da Denúncia

José Severino Pereira - Procedência da Denúncia

José Edmilson da Siva - Procedência da Denúncia

Abstenções

José Fábio Florentino Silva - Se absteve de votar

Maviael Xavier Leite - Se absteve de votar

José Simplício Neto - Se absteve de votar

A maioria do público presente no plenário Vereador Romeu Simplício da Silva, torcia para que o mesmo fosse absolvido da cassação. Visivelmente alteradas, algumas pessoas causaram tumulto no interior e nas imediações da Câmara.


Em seus discursos, os vereadores de oposição fizeram discursos acalorados contra o prefeito, alegando que de fato deveriam fazer com que prevalecesse a Lei, já que o mesmo poderia ter feito uso dos requisitos legais para distribuição das flores, mas, que abriu de fazer uso da legalidade.

Os vereadores situacionistas alegaram que se alguma ilegalidade foi cometida, não foi pelas mãos do prefeito Odon, e sim por algum membro da administração da secretária responsável pelas licitações.

Na ocasião, nem o prefeito Odon Ferreira, tampouco a vice-prefeita Lucinha Pereira (PSDB) compareceram para acompanhar a votação.


Bastidores

As informações dos bastidores foram bastante agitadas. De acordo com informações repassadas por populares, em alguns momentos os ânimos foram alterados, houveram até mesmo tentativas de persuasão para com alguns vereadores.

Ainda teria acontecido tentativas de agressão física contra alguns vereadores que foram puxados no momento em que entravam no plenário da Câmara de Toritama.


Ao final da sessão, o público favorável ao prefeito comemorou nas proximidades na Câmara.

Cobertura: Bruno Muniz/Blog Santa-cruzense

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso