.

Pernambuco: Crescimento do desemprego no estado faz moradores de outras cidades recorrerem a Santa Cruz do Capibaribe

Foto: Profissional de corte e modelagem - Ilustração
Os três primeiros meses do ano não foram bons para os trabalhadores, isso é indiscutível. De acordo com o IBGE, o segundo mês registrou uma taxa de desocupação de até 7%. Tendo em vista que a crise de desemprego assola todo o estado, as cidades que não possuem uma melhor qualidade de renda sofrem mais com as baixas.

As altas taxas de desemprego no agreste estão levando um público bastante grande a recorrer a 'capital da moda', apesar de também sofrer com uma singela baixa no nível de empregos, Santa Cruz do Capibaribe ainda emprega em uma porcentagem considerável.

Apesar da oferta de emprego no município, é necessário alertar que esta demanda é relativa, já que o trabalho informal ainda é muito grande. Em tese, quem procura Santa Cruz nestes tempos de crise são justamente, em sua maioria, pessoas sem muitas especializações, na maioria dos casos buscam os fábricos para trabalhos de auxílios ou braçais.

Outro fator que que preocupa, é a questão da globalização de equipamentos usados na confecção de roupas, como por exemplo as novas máquinas de costura que já fazem o trabalho de acabamento das peças, descartando assim a necessidade de trabalho extra. Desta forma, o trabalho que antigamente necessitava de duas ou mais pessoas para produção do mesmo tipo de produto, passou hoje para necessitar de apenas uma. É claro que essa mudança no tipo de trabalho não sofrerá baixas imediatas, o maquinário mais moderno ainda tem um preço bastante salgado para os microempresários, no momento apenas grandes empresas estão fazendo a transição das mesmas.

O aumento dos empregos para nível superior

Ao mesmo tempo que os empregos no setor confeccionista sofrem baixas, um bom número de empregos para nível superior tem surgido em Santa Cruz do Capibaribe, a explicação para este fenômeno pode ser bem simples, a preocupação das empresas em pessoal qualificado e o crescimento de cargos por formação definem a nova cara da terra que leva a confecção como sua maior fonte de renda.

Por tanto, deixamos uma alerta para aqueles que estão a procura de emprego e que nessa busca resolveram recorrer a Santa Cruz do Capibaribe, a especialização é indispensável.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso