.

Ypiranga tem renúncia de 2° presidente em apenas sete meses de gestão

Birna como é mais conhecido, foi o 2° presidente a renunciar - Foto: Eliton Araujo (Agreg Imagem)
Na noite desta quarta-feira (24) membros que compõem a diretoria do Ypiranga anunciaram a entrega dos cargos após sete meses de trabalho. Na reunião, foi informado que a entrega dos cargos se deu após decisões pessoais e os membros explicaram ao público e imprensa presente no local.

No início os membros já anunciaram que a reunião teria o intuito de mostrar e apresentar a renúncia do presidente interino Nerivaldo Siqueira (Birna). Vale lembrar que o antigo gestor, Helry Gonçalo que também abdicou do cargo. No encontro, foi repassado informações sobre a atuação da diretoria nos sete meses em que esteve a frente do cargo. A reforma das quadras e a transparência com relação aos recursos do clube foram os destaques das discussões.
Foto: Eliton Araujo (Agreg Imagem)
“Queria dizer que por motivos pessoais, a partir de hoje, toda a diretoria está entregando o cargo. Paramos aqui, mas estamos parando de cabeça erguida. Sabemos que o trabalho foi feito e deixamos o clube com recursos”, falou Rubens Monteiro, que estava como diretor de futebol profissional.
Foto: Eliton Araujo (Agreg Imagem)
Ainda na ocasião, sócios do clube puderam discutir sobre temas que deverão ser levados para a nova mesa diretora, que será escolhida através de eleição a ter sua data definida. O presidente do Conselho Deliberativo, Rivaldo Mestre (Zé Cueca) deverá lançar um edital e marcar as eleições para os próximos 30 dias.
"Nesses sete meses, fomos a única gestão que realizou a prestação de contas e apresentamos a torcida e aos membros. Realizamos também a troca do piso da quadra, que há mais de 40 anos estava sem passar por reformas e tudo isso foi feito com o intuito de gerar receitas para o clube”, disse Rubens.
Foto: Eliton Araujo (Agreg Imagem)
Já sobre a participação do time em possíveis campeonatos pernambucanos, a diretoria até o momento havia apenas afirmado que com a escassez de recursos não será possível um retorno breve, sendo estudado a possibilidade de retomar as atividades em 2019.
Foto: Eliton Araujo (Agreg Imagem)
Dívida com ex-jogador – Os participantes da reunião questionaram os diretores sobre o valor que está sendo cobrado por um ex-jogador do clube, que acionou a justiça e tem dívida de R$ 220 mil. A diretoria respondeu apenas que o processo trabalhista do jogador está em questão, e frisou que não é admissível que um clube de mais de 40 milhões de reais, feche as portas por uma dívida pequena comparada a importância e valor do clube.
Foto: Eliton Araujo (Agreg Imagem)
O presidente da torcida organizada ‘Fúria Jovem’, Igor Henrique, mostrou algumas insatisfações com relação a falta de entrosamento entre a diretoria e membros do grupo ‘Unidos pelo Ypiranga’ e cobrou uma ação mais efetiva, afirmando que irá em busca da nova diretoria com o intuito de ajudar a reerguer o time.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso