.

Professores vivem novo impasse com pagamentos e ameaçam greve em Santa Cruz do Capibaribe

Imagem meramente ilustrativa 
A classe de educadores municipais de Santa Cruz do Capibaribe mais uma vez ameaçou paralisar os trabalhos devido ao atraso no pagamentos dos salários. Em nota publicada nesta quinta-feira (07), os professores acionaram o Governo Municipal afirmando que só aguardarão até o final da tarde de hoje.

Não sendo depositadas as pendências, a classe afirma que deve paralisar as aulas mais uma vez. Ainda segundo a nota, os pagamentos já deveriam ter sido realizados até o 5º dia útil deste mês, conforme acordo prévio feito entre os professores e a prefeitura. Confira a nota na íntegra:
Como toda a categoria já é ciente, na última assembleia ficou decidido que acaso os salários de 100% dos/das professores/as não fossem depositados até o 5º dia útil, neste caso, hoje, mais uma vez, paralisaríamos nossas atividades até que os vencimentos estivessem na conta de todos/as nós (como já foi decidido desde anos anteriores).

Assim, mesmo o 5º dia sendo hoje, deveremos aguardar até o horário da tarde, para que assim possamos tomar uma posição sobre a paralisação de amanhã e a realização da assembleia. 

Dessa forma, não há como nós que trabalhamos no horário da manhã, liberarmos nossos alunos antes de um posicionamento da gestão, ou seja, caso venhamos a paralisar, os/as estudantes do horário da manhã retornarão as suas casas no dia de amanhã.

Por fim, caso não recebamos hoje, temos uma assembleia marcada para o dia de amanhã, às 8:00 da manhã, no teatro municipal. Onde, na ocasião, faremos coletivamente os encaminhamentos para os próximos passos do nosso movimento.

Consciência de classe nunca é demais!

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso