.

Desfecho – Delegado diz que médico provocou acidente em Taquaritinga do Norte e que há indícios de consumo de bebida alcoólica

"São pessoas, são famílias que estão acabadas", diz delegado.
Coletiva ocorreu nesta quarta-feira em Santa Cruz do Capibaribe – Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Na manhã desta quarta-feira (13), o delegado Dr Luiz Carlos Lins realizou uma coletiva de imprensa na Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Capibaribe, onde apresentou detalhes contundentes sobre o acidente ocorrido no último dia 19 de outubro na BR-104, em Taquaritinga do Norte.
Acidente ocorrido em outubro resultou na morte de duas pessoas e uma quarta permanece em estado grave – Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
As vítimas fatais foram identificadas como sendo Nelson Ferreira Coelho, de 69 anos, Lara Tereza Casé Coelho, de 18 anos, que estavam no veiculo CrossFox, de cor prata, além de Suzana dos Santos Barbosa, de 24 anos, que estava na garupa da motocicleta. Ficaram feridos as pessoas de Pedro Henrique Assis, de 26 anos, condutor da motocicleta, já Marina Fernanda Queiroz Coelho, de 19 anos, estava sendo ocupante do veículo CrossFox. Marina permanece em internada e o seu quadro ainda é delicado.
Médico André Neves é apontado como culpado da existência do acidente – Foto: Divulgação
O delegado Luiz Carlos Lins revelou que Dr. André Neves ingeriu sim álcool antes de encarar a direção, todavia, o estado de embriaguez do mesmo não pode ser afirmado, o que não isenta a responsabilidade para com o caso. André Neves apresentou documentação expondo que havia sido internado em estado de choque, porém a polícia questiona diversos pontos sobre a referida internação. 
Veículo utilizado pelo médico – Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Dentre os questionamentos feitos pelo delegado, ele expõe que não compreende o "medo" apontado em depoimento pelo médico, além de também não entender como justificável o fato do mesmo ter deixado o local do acidente e só ter acionado uma unidade hospitalar um dia após o acidente.

O delegado ainda alegou que todos os outros envolvidos no acidente estavam em velocidade compatível com a rodovia, não estando na mesma situação o médico em questão. Dentro deste cenário, o chefe de polícia expõe que as famílias estão cobrando por justiça.
"São pessoas, são famílias que estão acabadas. A família do senhor Nelson, que foi a vítima que vinha conduzindo, ele perdeu ele, a filha, tá hoje a senhora lá viúva que não sabe o que fazer. Que também está esperando e clamando por justiça", disse o Dr. Lins.
Homem que utilizava motocicleta perdeu a esposa no acidente – Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
O delegado diz que espera que a justiça agora cumpra o seu papel em avaliar todos os pontos apresentados que comprovam que o Dr. André Neves possui majoritária parcela de culpa no desfecho de acidente e que, dentro desse contexto, deseja apresentar para população da região um cumprimento satisfatório da execução de justiça.
Delegado aponta que aguarda agora por posicionamento das autoridades maiores – Foto: Jefferson Felipe (Agreg Imagem)
A coletiva contou com a presença de diversos jornalistas da região e também autoridades policiais. Uma outra coletiva de imprensa, desta vez por parte da defesa do médico deve ocorrer também ainda no dia de hoje na cidade.

Confira a coletiva completa:




Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso