.

MPF denuncia diretor de escola estadual por desvio de recursos para quitar dívidas pessoais

As investigações são referentes à verba federal que foi repassada à instituição nos anos de 2011 e 2012. Ao todo, o prejuízo aos cofres públicos teria sido de R$ 102 mil.
Escola Estadual Argentina Castello Branco fica em Olinda — Foto: Reprodução/Google Street View
O caso foi divulgado na quinta-feira (19). As investigações são referentes à verba federal que foi repassada à instituição nos anos de 2011 e 2012. Ela serviria para prestar assistência financeira e contribuir na manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica da escola, por meio do Programa Dinheiro Direito na Escola e Educação Integral.

O autor da denúncia é o procurador da República João Paulo Holanda Albuquerque, que aponta a falsificação de extratos bancários das três contas em que os recursos foram movimentados "para excluir as operações realizadas na prática criminosa, das quais o denunciado não tinha como prestar contas".

Ao todo, o prejuízo aos cofres públicos teria sido de R$ 102 mil. O diretor, que não teve o nome divulgado, é acusado da prática continuada do crime de peculato e falsificação de documento público. Caso seja condenado, a pena pode chegar a 17 anos de reclusão.


A Secretaria de Educação de Pernambuco informou, por telefone, que o professor não é mais gestor de escolas da rede e que aguarda os desdobramentos do caso.

Fonte: G1 PE
Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso