.

Audiência Pública debate o Combate ao Trabalho Infantil e incentivo à Lei da Aprendizagem

Na manhã desta quarta-feira (18) foi realizado na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, uma audiência pública que debateu sobre o Combate ao Trabalho Infantil e o incentivo à Lei da Aprendizagem. O evento foi promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho, da 6ª Região (TRT) e contou com o apoio da Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores.
Foto: ASCOM
No evento, autoridades como vereadores, conselheiros tutelares, membros do Conselho de Direito e organizações da sociedade civil, puderam debater sobre os impactos e prejuízos que a exploração do trabalho infantil pode ocasionar no desenvolvimento do ser humano.
Foto: ASCOM
O desembargador do TRT, Paulo Alcântara foi o palestrante do evento, e destacou seu intuito com a realização das plenárias que vem percorrendo diversos lugares do estado.
Foto: ASCOM
“Temos disseminado que o país não tem um futuro se não forem dadas as atenções necessárias às crianças e adolescentes. O maior problema do Brasil está na falta de educação para este público”, pontuou.

O secretário de educação do município, Joselito Pedro, prestigiou o evento e reafirmou o empenho da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe no desenvolvimento de políticas públicas de enfrentamento ao combate do trabalho infantil. 
Foto: ASCOM
 “A gestão do prefeito Edson Vieira foi muito revolucionária na questão do social. Todas as secretarias trabalham em conjunto na busca pelo melhor objetivo. Nossa cidade tem muito a mostrar aos outros locais sobre sua força econômica e na prevenção e garantia de direitos das crianças e adolescentes”, afirmou.
A secretária executiva de governo e desenvolvimento social, Cristiane Souza, ratificou a importância de trazer à tona debates como esse para que a sociedade santa-cruzense se conscientize. 
Foto: ASCOM
“É importante discutir temas como esse na sociedade atual em que estamos inseridos. Nossa secretaria vem desempenhando, nos últimos anos, atividades voltadas ao enfrentamento do trabalho infantil. Nossa cidade conta com equipes designadas para identificar e solucionar os casos que forem registrados”, frisou.
Conteúdo da Assessoria

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso