.

Print atribuído a diretora de escola estadual em Santa Cruz do Capibaribe levanta polêmica

Clarice Grangeiro teria chamado professores de incompetentes e aluno de 'maloqueirinho nojento'.
Foto: Reprodução
Um print vazado em uma rede social tem levantando uma grande polêmica no âmbito educacional em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco. Na ocasião, a diretora de uma instituição estadual de ensino se utiliza de termos negativos para se referir aos alunos e professores.

A educadora usa frases como "os alunos ABS (Adilson Bezerra de Souza) são muito incompetentes" e "aqueles professores são tudo incompetentes". Em um dos trechos, a diretora também chama de "maloqueirinho nojento com uma tatuagem".

O Blog do Bruno Muniz entrou em contato com a professora e diretora que através de nota diz ter sido alvo de uma armação. Confira na íntegra:
"Circula nas redes sociais uma FAKE NEWS em que sou caluniada e injuriada com falso discurso sobre alunos e professores da Escola Estadual Doutor Adilson Bezerra de Souza – Santa Cruz do Capibaribe.

Venho a público informar que já procurei a Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Capibaribe e foi instaurada investigação para apurar os autores desta maléfica e desonrosa “brincadeira de mau gosto” que está gerando extremo desconforto, discursos de ódio e ameaças contra minha pessoa.

Eu, Clarice Grangeiro, sou professora há décadas e aqueles que me conhecem sabem das minhas atitudes, comportamentos e índole. Os órgãos responsáveis estão investigando e confio que os culpados serão identificados e punidos."

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso