.

MPPE quer saber de onde Prefeitura de Santa Cruz irá tirar verba para realizar São João

São João da Moda 2018 - Foto: Divulgação
Na última segunda-feira (6), foi protocolado na Justiça um pedido de esclarecimento por parte do promotor Lúcio Carlos Malta Cabral para com o São João da Moda, tradicional evento junino de Santa Cruz do Capibaribe. Na ocasião existe uma liminar que impede a prefeitura local de realizar eventos e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) quer saber de onde o órgão irá tirar recursos para realizar os festejos.

No ano passado, a Justiça proibiu a referida prefeitura de realizar eventos alegando que a mesma deveria antes de mais nada efetuar a adequação salarial dos servidores, a exemplo de pagamentos que estavam atrasados. A liminar resultou na não realização de festas como a tradicional festa da Vila do Pará. Para o promotor, a concessão aberta pela prefeitura que permite que uma empresa privada realize o evento, é uma forma de descumprir a liminar.

Para impedir que o evento seja realizado caso se comprove o investimento de recursos públicos, o MPPE já possui ações que ocasionam, por exemplo, o não fornecimento de energia elétrica para o evento. O prefeito também poderá ser multado em R$ 50 mil. A prefeitura recebeu o prazo de 72 horas para detalhar se onde são provenientes os recursos a serem designados para o evento. A notícia foi destaque nos principais meios de comunicação nas últimas 24 horas.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso