.

Cinema chileno desembarca em ETE de Santa Cruz do Capibaribe

"Amucha" foi exibido para alunos do município através de projeto que faz tour pelo Brasil.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Nesta segunda-feira (29), teve início na Escola Técnica José Nivaldo Pereira Ramos, em Santa Cruz do Capibaribe, um festival de cinema que trouxe do Chile um curta resgatando a tradição dos povos indígenas. "Amucha", do jovem diretor Jesús Sánchez Fuentes, conta a história de Alen, uma garotinha indígena que encontra nas próprias raízes os desafios e as alegrias ao lado do avô, Ligkoyam.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Jesús e Carolina Pavez Torrealba estão em turnê por estados brasileiros levando para alunos e escolhas públicas e particulares o curta-metragem cheio de simbolismo.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Para a dupla, tem sido gratificante e recompensante a experiência de apresentar as raízes de um povo através do cinema. Feito com bonecos, o filme de 30 minutos apoiado pelo Governo do Chile tem ainda o apoio do Polo Sur Latino Americano.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Para os alunos a experiência do curta foi muito satisfatória. Conhecer a história de Alen torna-se tão íntimo e místico que o telespectador esquece que tratam-se de bonecos já nos primeiros minutos de cena. Essa vitalidade das peças reflete o talento do jovem diretor Jesús que aplicou técnicas modernas na sua película.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
O resultado apresentado nas telas levou um ano para ser produzido, tempo suficiente para encantar quem assiste Amucha pela primeira vez. A experiência para os estudantes que encontram a caravana fica ainda mais interativa quando ao final das exibições os responsáveis pelo projeto apresentam para o público as peças físicas utilizadas durante as filmagens. Os personagens Ligkoyam e Alen fizeram a alegria de alunos também na ETE José Nivaldo Pereira Ramos.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Em conversa com a nossa reportagem, Jesús destacou que existem ainda outros planos em andamento para o futuro visando levar cinema e cultura para outras regiões do mundo.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Ao final das exibições, tanto ele como Carolina Pavez realizam bate-papos com os alunos, tanto esclarecendo aspectos sobre o filme como sobre o projeto em si.
Foto: Iago Ribeiro (Agreg Imagem)
Nos próximos dias o projeto avança também para outras regiões do Brasil.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso