.

Ameaças de suposto massacre em escola de Jataúba deixa população em pânico

Polícia já identificou estudantes que divulgaram conversa nas redes sociais.
Foto: Luiz Carlos Collar
A população do município de Jataúba, no Agreste de Pernambuco, foi tomado por uma onda de pânico e apreensão na manhã desta quinta-feira (25). Logo cedo, vários prints de tela circularam em grupos do WhatsApp dando conta que dois indivíduos poderiam tentar praticar um massacre na Escola de Referência José Lopes de Siqueira, uma das principais da cidade.

As conversas que se espalharam de maneira rápida pelas redes sociais fez com que os alunos fossem liberados mais cedo, interrompendo assim as aulas. A diretora da instituição afirmou que tomou a medida como uma forma de proteger os alunos diante do exposto. Segundo informações, a conversa divulgada nas redes sociais ocasionou a identificação de dois alunos.

A Polícia Militar esteve no local e recolheu os menores, estudantes do terceiro ano. A polícia ainda não informou se os estudantes de fato estavam em posse do armamento que afirmaram ter para cometer o crime. Mais detalhes serão divulgadas em breve.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso