.

Prefeitura de Santa Cruz se posiciona sobre interdição do matadouro público

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe nos enviou, na sexta (29), um nota onde se posiciona sobre a interdição do Matadouro Público da cidade. O órgão declarou que entende que o local enfrenta problemas crônicos e completou dizendo que o vereador Carlinhos da Cohab (PTB) seria o principal responsável por fechar o empreendimento público.

Confira a nota:
Nota

Fomos informados sobre a notícia da interdição do matadouro público municipal após o recebimento de notificações sobre a necessidade de melhorias necessárias no local. Sabemos do problema crônico que é essa questão do matadouro e que apesar da escassez de recursos, a gestão municipal realizou a manutenção do local e várias melhorias foram feitas, contudo, para atender as solicitações dos órgãos de controle, como a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO), que é subordinada ao governo do estado, o município teria que ter total apoio de repasses financeiros por parte da esfera estadual.

Estamos preparando nossa resposta aos meios judiciais, mas reforçamos que temos a vontade de fazer, o que falta é justamente o apoio estadual para resolvermos de vez esta questão. Tudo isso ocasionado após denúncia sem conhecimento da situação por parte de um vereador da oposição que não sugeriu, nem tão pouco cobrou melhoria ou apoio para resolver a situação ao governo estadual. O seu objetivo era apenas fechar o matadouro público sem pensar nas consequências econômicas e sociais como o desemprego de inúmeros trabalhadores, aumento nos custos do abate, e a ampliação no preço da carne.

Estamos neste momento buscando alternativas para a mudança de local do abate, e posteriormente informaremos à população.

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso