.

Vereadores oposicionistas criticam falta de infraestrutura em Santa Cruz do Capibaribe

Saneamento básico, sobretudo esgotos estourados, foram motivos de reclamações.
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Parte dos 17 vereadores que atuam pelo município de Santa Cruz do Capibaribe utilizaram a tribuna na tarde de quinta-feira (07) para fazerem críticas contra a gestão municipal alegando muitas deficiências no segmento de infraestrutura. Dentre os parlamentares que tocaram no assunto, Deomedes Brito (PT), Helinho Aragão (PTB) e Júnior Gomes (PSB) foram os mais enfáticos no tema.

Os vereadores afirmaram que a prefeitura local tem 'fechado os olhos' quando o assunto é reparar e conservar, deixando a população no sofrimento com buracos, esgotos e outras mazelas existentes nas ruas. Neste âmbito, Deomedes Brito apontou:
"Como uma cidade de 110 mil habitantes só tem 6 pessoas para cuidar do saneamento? Isso é irresponsabilidade do município. O que falta é gestor que tenha vergonha na cara e respeito pelo dinheiro público".
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
O vereador Helinho Aragão contextualizou as suas falas sobre as necessidades da cidade com um discurso voltado para o futuro, excepcionalmente 2020, anos em que ocorrerão novas eleições municipais. O vereador criticou a infraestrutura da cidade e afirmou que é necessário que alguém faça mais pelo município repleto de descasos.
"Eu estou disposto a dialogar com todos aqueles que desejam, de fato, uma Santa Cruz que liberte-se de vícios políticos. Precisamos criar o futuro agora e eu estou aqui para o bem de Santa Cruz".
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Júnior Gomes também falou sobre a alta arrecadação do município e os baixos investimentos em ações de infraestrutura, se referindo especificamente a prédios públicos.
"Como uma prefeitura que arrecada R$ 160 milhões, não tem dinheiro para comprar um saco de cimento? Peça pra sair prefeito, deixe de ser irresponsável. Se o recurso do município fosse usado da forma correta e não tivesse desvio de dinheiro, a cada ano teríamos uma escola", disse.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso