.

Governo de Pernambuco prepara Plano de Conservação das rodovias estaduais

Em elaboração pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, documento vai trazer diagnóstico e proposições para a malha viária estadual.
Foto: Divulgação
O Governo de Pernambuco está preparando um Plano de Conservação para as rodovias estaduais. Em elaboração pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos juntamente com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o documento prevê o diagnóstico das condições de trafegabilidade da malha viária e proposições para os serviços de manutenção nas vias. Nesta quinta-feira (24/1), a titular da pasta e engenheira civil, Fernandha Batista, esteve em Arcoverde, no Sertão, onde se reuniu com a equipe do DER responsável pelos distritos rodoviários para tratar das especificações e alinhamentos técnicos, a fim de garantir uniformidade no tratamento dos dados.

Atualmente, Pernambuco conta com cerca de 10 mil km de rodovias estaduais. Dessas, cerca de 5 mil km são pavimentadas. O Plano tem o intuito de garantir adequadas condições de trafegabilidade e segurança para a população e deve ser finalizado até o dia 28 de fevereiro. Nesta etapa, os trabalhos serão focados em ações de conservação como tapa-buraco, sinalização e capinação e roço. O objetivo especificamente é, a partir de critérios técnicos, definir quais serviços serão executados para as diferentes patologias identificadas no pavimento.

A secretária explica que a avaliação prioritária pode variar de acordo com cada região. "Além da análise de engenharia propriamente dita, serão levadas em conta questões sociais, climáticas, de rotas turísticas e econômicas, a exemplo da necessidade de melhorias para impulsionar o escoamento de produção, fortalecendo polos como o gesseiro, o têxtil e a bacia leiteira”, explica Fernandha. Dessa maneira, ainda segundo a gestora, “é possível reduzir custos de frete, aumentar a produção e, consequentemente, gerar mais emprego e renda”.
“É importante ressaltar que essa é uma iniciativa que faz parte do modelo de integração entre as Secretarias, que foi estabelecido pelo governador Paulo Câmara", reforçou.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso