.

Figura marcante dos debates e dono de 1,3 milhão de votos, Cabo Daciolo decide não apoiar ninguém no 2º turno

Tendo gasto apenas R$ 808,92 na campanha, Daciolo terminou na frente de figuras como Henrique Meirelles (MDB), que gastou R$ 54 milhões.
Foto: Divulgação
Sexto colocado no primeiro turno da eleição presidencial, o deputado Cabo Daciolo (Patriota) anunciou nesta quarta-feira (10) que não apoiará Jair Bolsonaro (PSL) nem Fernando Haddad (PT) no segundo turno.

Disputando a Presidência da República pela primeira vez, Daciolo informou que a aliança dele "é com Jesus".

Ele recebeu 1,3 milhão de votos (1,2%) e ficou conhecido por utilizar com frequência a expressão "Glória a Deus" nos debates.
"Nós não nos unimos com o menos pior. Daciolo não tem no vocabulário dele o 'menos pior'. A aliança de Cabo Daciolo e de Suelene Balduino [candidata a vice] é com Jesus Cristo, com o amor. Não pregando religião, pregando o amor, tratar o próximo da maneira que nós gostaríamos de ser tratados", disse o deputado.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Daciolo gastou R$ 808,92 na campanha deste ano e ficou à frente, por exemplo, de Henrique Meirelles (MDB), que gastou R$ 54 milhões.

Daciolo também ficou à frente de Marina Silva (Rede) e Alvaro Dias (Podemos), que apareciam na frente dele nas pesquisas de intenção de voto.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso