.

2º dia do Muticom abordou os desafios da evangelização no ambiente virtual

Jô Mazzarolo, Francisco José e Irmã Joana Puntel marcaram presença no evento.
Foto: Assessoria de Comunicação
O 7º Mutirão de Comunicação do Regional Nordeste II seguiu com uma vasta programação neste sábado (20). Agentes da Pastoral da Comunicação de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas estão em Caruaru até este domingo (21) para partilhar suas experiências e participar das formações com temáticas voltadas para a comunicação e a igreja.

Neste sábado, as atividades foram iniciadas às 7h30 com um momento de oração. Em seguida, a Irmã Joana Puntel (Paulina), abriu a manhã com a conferência “O Caminho da Igreja na Comunicação” onde iniciou sua explanação com o questionamento “O que significa evangelizar em um mundo marcado pelas mudanças tecnológicas?”, inquietando o público.
“A missão de evangelizar e anunciar a boa nova vem de como fazê-lo. É necessário caminhar na mudança cultural. Princípios não envelhecem, mas se revestem, se renovam as formas e as linguagens”, esclareceu Puntel.
Foto: Assessoria de Comunicação
O fotógrafo Drailton Gomes, da SacerdosPhoto, apresentou em seguida o case da sua empresa que capta registros de celebrações religiosas, com um olhar que vai além do momento a ser fotografado, trazendo para as fotos a riqueza sublime dos detalhes que marcam os ritos litúrgicos.

O evento contou com a presença de Jô Mazzarolo, diretora da TV Globo Nordeste, que ministrou a 2ª conferência “A mídia: rede de comunicação, comunhão e cooperação”. Jô explicou que o primeiro segredo da comunicação é ser simples, aí está um dos motivos do mundo está encantado com o Papa Francisco.
“Essa é a essência. Não é subestimar, é ser compreendido, e isso é ser para todos”, pontuou.
A programação da manhã foi finalizada pelo Pe. Maurício Cruz, com uma temática voltada para redes sociais.
“Pós-verdade, que é o que vivemos hoje, é o tempo da mentira. Apesar de querer se encher de verdade, vale tudo pela informação. O fake distorce o tempo e faz você acreditar numa temporalidade diferente do real. Ele distorce o lugar. Muda o sujeito e o conteúdo. É preciso ir na fonte para averiguar as notícias”.
Foto: Assessoria de Comunicação
À tarde foi a vez dos participantes explorarem atividades práticas nas oficinas disponibilizadas no Muticom. Para encerrar a programação formativa, o jornalista Francisco José explorou a temática Fake News e o jornalismo de paz, e trouxe relatos das suas experiências como repórter. 
Foto: Assessoria de Comunicação
Durante a noite, o forró e o cordel marcaram o momento cultural, oportunidade de descontrair, conversar e fazer novas amizades. O Muticom segue até às 12h deste domingo (21), na sede da Fafica - Facudade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, localizada na Avenida Cícero José Dutra, s/n, Petrópolis.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso