.

Pernambuco enfrenta epidemia de esporotricose

Saiba como identificar infecção fatal para felinos e transmissível para cães e humanos.
Imagem meramente ilustrativa
O estado de Pernambuco está passando por uma verdadeira epidemia de esporotricose. A doença que pode ser mortal para gatos e transmissível para cachorros e humanos já afeta centenas de animais em todo o estado, inclusive em áreas urbanas. A esporotricose é um tipo grave de fungo que ataca sobretudo felinos.

A contaminação acontece quando as garras do animal entra em contato com material orgânico em decomposição. A doença em si afeta em grande maioria os gatos pelo hábito que os mesmos possuem de enterrar as próprias fezes. Apesar da gravidade, a infecção tem cura.

A transmissão para humanos acontece quando o animal arranha a pele de uma pessoa, podendo ocasionar uma lesão. Neste âmbito o cuidado deve ser redobrado. A prevenção consiste na limpeza diária dos locais onde o animal faz as suas respectivas necessidades, caso haja essa possibilidade.

Como diagnosticar

Nos animais infectados, a doença começa a se manifestar através de feridas no focinho e membros. Os ferimentos são profundos, geralmente com pus, não cicatrizam e costumam progredir para o resto do corpo. Nas pessoas, a manifestação pode ser detectada pelo surgimentos de pequenos caroços avermelhados, quase sempre formam uma fileira de pequenos nódulos ou feridas.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso