.

"A gente tem que reagir", afirma Paulo Câmara sobre insegurança em Pernambuco

Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Na manhã desta quinta-feira (30), o governado de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) concedeu uma entrevista exclusiva ao programa "O Povo na TV", da TV Jornal Interior, em Caruaru, onde na oportunidade falou sobre diversos temas, destacando situações relacionadas ao momento de insegurança que vive o estado.

Câmara destacou que o Estado deve agir para combater os altos índices de crimes, dando relevância para um batalhão que deverá ser implantado em Caruaru, no Agreste. O socialista ainda falou sobre os homicídios, uma das preocupações que mais preocupa o governo.
"A gente vai agir com planejamento e novas equipes, tanto na Secretaria de Defesa Social e com os comandantes da Polícia Militar e Polícia Civil, isso em combate ao crime organizado, tráfico de armas e drogas. É um momento difícil que passa o Brasil, isso que está acontecendo em muitos estados, mas a gente tem que reagir. Tenho certeza que os mil e quinhentos homens que estão entrando agora vão dar um reforço importante para todo o Agreste e Interior", disse o governador.
"É muito ruim o que a população está sofrendo, a sua dificuldade de ir e vir", disse Câmara.

O governador afirmou reconhecer o grave problema de insegurança que Pernambuco atravessa, mas argumentou que medidas já estão sendo tomadas para amenizar o problema.
"A gente tem certeza que o momento é muito difícil, é muito ruim o que a população está sofrendo, a sua dificuldade de ir e vir. Mas, a gente também tem crença em nosso trabalho. O Pacto Pela Vida tem o monitoramento e já está por dentro de tudo o que está acontecendo e vai começar a dar respostas efetivas, e essas medidas efetivas é diminuir o número de crimes, é diminuir o número de roubos e furtos e buscar com que a população tenha uma maior tranquilidade", pontuou.
Na mesma visita o governador cumpriu agenda na região e participou de outros encontros já programados.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso