.

Religião e Conceitos: ''Intolerância religiosa está em cada um de nós''

Seria impossível listar a quantidade de religiões que há no mundo, porém é possível conhecer os costumes de uma sociedade, baseados em sua religião predominante. A necessidade de ser religioso acompanha o homem desde o começo de sua história, como também a necessidade de defender suas crenças em detrimento de outras, estimulando assim a intolerância humana, que arrastou-se por séculos e séculos, configurada em discórdias entre  pessoas, povos e nações.

Dentre as incontáveis religiões, existem as que se destacam pela sua rigidez e as que são mais maleáveis capazes até de agregar em si costumes de outras. Porém o que se  pode observar é que as religiões vestem sua sociedade, determinam o seu idioma e delimitam os seus costumes, marcando com definições bem distintas os povos da terra. O judeu tem cara de judaísmo, o muçulmano tem cara do Islã, o Hinduísmo, o Budismo, o cristão nem tanto, mas ainda assim seu vocabulário o denuncia e assim os torna alvo fácil da intolerância que existe dentro de cada um de nós.

Nesse ângulo de visão, a intolerância não nasce na região propriamente dita, ela é gerada dentro do coração humano seja ele religioso ou não. Os que são religiosos ao redigirem seus textos doutrinários deixam escapar seus conceitos e preconceitos a respeito das coisas, das mulheres, das raças e costumes. Por outros lado, os que se denominam neutros, que discursam contra religiões intolerantes, deixam jorrar seus preconceitos, sua falta de respeito, sua intolerância!

SOMOS INTOLERANTES?

Somos intolerantes sim e queremos impor as outras pessoas  nosso modo de pensar e ver as coisas e de agir e se assim não fizerem, somos capazes de agredi-las com palavras, com falta de respeito, com bombas... Basta termos em nossas mãos, caneta e papel, redes sociais, armas de fogo, poder... o mínimo de poder que seja. Somos iguais! Homens e mulheres intolerantes! Religiosos e não religiosos intolerantes! Porém não somos capazes de olharmos dentro de nós mesmos e perceber isso, mas somos expertos em penetrar a alma dos outros e fotografá-la e diagnosticá-la, porém a nossa alma, nossos sentimentos são preservados, como se fossem originais, livres de qualquer adulteração!

Livre de qualquer adulteração, foi assim criado o homem por Deus, a sua imagem e semelhança e o pecado chega em forma de tentação, de desejo, de desobediência, pondo um fim nessa blindagem, deixando o homem e a mulher  vulneráveis, sentimentos vulneráveis, atitudes vulneráveis. Homens corruptos, intolerantes a ponto de manchar a história com sangue, muito sangue, sangue de inocentes! Hora porque religiosos não toleram os demais, hora porque os demais não toleram os religiosos, matando-os das formas mais cruéis possíveis,  formas que não se consegue imaginar.

O pecado corroeu nossos sentimentos bons, e nos surpreende com coisas que somos capazes de fazer, com o desejo de subjugar pessoas ao nosso poder, de não suportar os gritos de uma criança ou o resmungar de um velho. Não acatamos a opinião dos outros e queremos impor a nossa opinião...

SOMOS INTOLERANTES!

Essa é a razão da intolerância às religiões e de religiões intolerantes. Essa é a razão do bullying, da zombaria, da falta de respeito ao próximo...

NÓS SOMOS INTOLERANTES!

Por: Edmilda Queiroz 

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso