.

Política Para Todos: Com Marciel Aquino - ''Votar fechado''.

É muito comum em toda eleição se ouvir ou ler a afirmação, “eu voto fechado”.  Até porque os candidatos  e também seus principais cabos eleitorais defendem e até cobram de seus eleitores, que votem na chapa completa, como uma forma de demonstrar fidelidade. O voto é uma arma, é o poder que o cidadão tem nas mãos para escolher quem irá administrar a cidade, o estado e o país. 

E este poder não pode ser transmitido para o próprio político. Somos seres pensantes, temos o poder de decisão, de analisar e votar em quem achamos que seja o melhor. Não estou querendo dizer que não devemos votar em todos os candidatos de uma mesma coligação. Podemos votar desde que entendamos que cada um represente a melhor opção. 

Agora votar só porque é apoiado pelo prefeito ou por qualquer outro político do grupo do qual eu faço parte? Brigamos e cobramos muitos direitos, mas na hora de votar, abrimos mão de um valioso direito, que deve ser intransferível. Quando nos deixamos levar por essa onda de votar fechado, estamos regredindo ao período do chamado “voto de cabresto” e consequentemente nos privando de nossa vontade.

A oposição é tão importante quanto quem está no poder. Pensem só: se já existem todos esses casos de corrupção, de abuso de poder, desvios de recursos, favorecimento de aliados, etc, mesmo com a presença de uma oposição, fiscalizando. Imagine se existisse apenas um lado. O prefeito, o governador ou o presidente governar sem oposição. 

Ai sim que poderiam governar livremente, sem se preocupar com ninguém para fiscalizar. Neste sentido, se faz necessário esquecer a emoção, a paixão política e votar com a razão. 

Não adianta votar em um executivo bem intencionado, se eleger um legislativo mal intencionado. Nem sempre todos de uma mesma chapa significam a melhor opção. Mas isso não é uma regra geral, que fique bem claro. “Não que tenhamos que votar contrário ao executivo, más que também não podemos aceitar a imposição – Tais como: “você tem que votar fechado” ou “vote como o prefeito”, “deputado tal vota assim”. O voto é seu, vote de acordo com sua vontade e não com a vontade dos outros.

(Todas as opiniões aqui explicitas, é de total responsabilidade do proprietário da coluna).

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso