.

População segue protestando contra aumento salarial de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe

Fotos: Paulo Henrique
Um grupo engajado na luta contra o aumento salarial dos vereadores de Santa Cruz do Capibaribe se reuniu novamente nesta terça-feira (11), desta vez nas imediações da Câmara Municipal de Vereadores do município, a 'Casa Dr. José Vieira de Araújo'.

Com cartazes e faixas os protestantes voltaram a declarar que são contra o reajuste estabelecido pelos parlamentares da Casa no último dia 30 de setembro. Na ocasião os políticos que recebiam R$ 8.000 estabeleceram um novo teto de R$ 9.800,00.
Planilha feita por manifestantes define os impactos do aumento
O ato desta terça contou com a presença de uma emissora regional que fez uma reportagem no local e entrevistou alguns manifestantes. A TV Jornal repercutirá o reajuste de 23,8% em um de seus telejornais diários.
"O momento não é favorável, um aumento desse vai de contra tudo aquilo que eles próprios pregam quando querem o nosso voto. Se isso fosse uma coisa justa teria sido feita com o consentimento da população, não nas caladas, escondido", – reclamou um dos manifestantes.

Os vereadores alegam que estavam sem aumento salarial desde 2013, ano em que a atual gestão assumiu o poder no município. Apesar das movimentações os vereadores não dão sinais que irão ceder a pressão popular.


No momento da movimentação não havia expediente na Câmara Municipal, porém o grupo contrário ao reajuste estuda realizar ações também durantes as sessões plenárias.


Um abaixo-assinado digital já conta com mais de 1.100 assinantes. Nenhum vereador se pronunciou publicamente sobre os protestos.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).