.

Edson Vieira inicia ano visitando construção de escola do município

Foto: Assessoria de Comunicação
O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB) esteve na manhã desta segunda-feira (08), vistoriando obra de construção de uma escola municipal, a unidade de ensino fica localizada no bairro Polis Pacas, próximo a Rádio Vale do Capibaribe AM. A previsão de entrega é até o final do primeiro semestre de 2018.

A nova escola terá capacidade para atender 500 estudantes do ensino infantil ao fundamental, possuirá oito salas de aula, baterias de banheiros, brinquedotecas, cozinha, área de recreação, almoxarifado, cantina, salas para professores, diretoria e reunião, como também uma quadra poliesportiva coberta ao lado.
Foto: Assessoria de Comunicação
“Começamos o ano em ritmo acelerado no acompanhamento das obras para o município. Desta vez estamos visitando a construção de uma escola que vai atender diversos alunos residentes próximos ao bairro Polis Pacas. Nesta unidade estamos investindo um milhão e meio de reais, recursos nossos, exclusivamente azul, verde e branco”, frisou o prefeito Edson Vieira.
Ao acompanhar o prefeito na visita, Joselito Pedro, secretário de Educação falou do avanço que a educação do município tem alcançado ao longo da atual gestão. “É uma revolução o que a educação de Santa Cruz do Capibaribe tem conquistado, porque nunca se fez tanto, digo isso não só na construção de prédios, mas na valorização dos professores e principalmente nos avanços alcançados nas provas IDEB e SAEPE”, disse o secretário.
Foto: Assessoria de Comunicação
Além de reformas em unidades escolares do município, a administração municipal está em processo de construção de três creches, uma no bairro Dona Lica II, São José e outra no Acauã. Essas unidades vão beneficiar aproximadamente mil crianças de zero a três anos de idade.

Conteúdo da Assessoria

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso