.

Santa Cruz do Capibaribe: Dois dias após ser nomeado, esposo de vereadora é exonerado e aliados suspeitam de retaliação do governador

"Itamar é uma pessoa qualificada para a missão", sustentou Jéssyca.
Edson Vieira (PSDB), Itamar Gomes, Raquel Lyra (PSDB) e Jéssyca Cavalcanti (PTC) – Foto: Divulgação
Na última quinta-feira (30), o esposo da vereadora Jéssyca Cavalcanti, Itamar Gláucio foi nomeado como diretor da Escola Estadual José Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe. O detalhe é logo após tomar as posições legais perante a nomeação, o mesmo recebeu a notificação de que a mesma havia sido anulada por determinação do secretário estadual de Educação.

A informação inicialmente publicada pelo blogueiro César Mello traz ainda um teor político envolvendo a anulação da nomeação. De acordo com a vereadora Jessyca que concedeu entrevista ao jornalista, o pedido de anulação certamente teria partido do governador devido a atual relação entre o mesmo e o prefeito Edson Vieira (PSDB), líder do grupo político cujo a vereadora e esposa do professor faz parte.
“Itamar é uma pessoa qualificada para a missão. Ele inclusive já ocupou o cargo e diretor daquela Escola, e agora, depois de todo um processo coordenado pela Gerência Regional de Educação, vem a notícia de que o secretário de Educação, seguindo uma determinação do governador Paulo Câmara, resolve anular tudo. Isso tudo magoa, entristece", disse Itamar.
O fato reacendeu os ânimos dos envolvidos referente ao rompimento político entre Paulo Câmara (PSB) e alguns membros da base situacionista em Santa Cruz do Capibaribe.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso