.

Relatório médico aponta indícios de abuso sexual na menina Flaviana

Polícia afirma que mandante do sequestro se diz pai biológico da criança e afirmou que irá se entregar.
Foto: Divulgação
Na noite desta quarta-feira (27) foi divulgado o boletim médico da garotinha Flaviana da Silva Moreira, de 3 anos, raptada no último dia 24 em Panelas, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o médico Flávio Augusto, da Policlínica de Catende, cidade onde Flaviana foi localizada, os exames sexológicos indicaram sinais de abuso sexual na menor encontrada nesta quarta.

Segundo o médico, o hímen da criança foi constatado como rompido, porém ainda não é possível precisar quando isso teria ocorrido. Após passar pela policlínica, Flaviana foi levada para a Delegacia de Polícia de Palmares e em seguida será conduzida para outra unidade hospitalar.

Novos exames devem ser realizados no intuito de obter comprovação incontestável do abuso sexual sofrido pela criança. Essa nova informação deve mudar o rumo das investigações.

Investigações

De acordo com o efetivo policial que atuou na ocorrência, a menina teria sido sequestrada a mando de um jovem que diz ser o pai biológico da mesma. O indivíduo que não teve a sua identidade revelada é ex-presidiário e teria negociado por telefone a entrega da menina aos policiais.

Flaviana foi deixada em uma rua e localizada por populares que acionaram a polícia. Ainda segundo relatos do delegado que atuou na ocorrência, o acusado de encomendar o crime teria afirmado que deverá se entregar nas próximas 48 horas.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso