.

Contadora dá dicas para que empresas do Polo de Confecções encerrem o ano de maneira organizada

Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
O final de ano trás sempre, além das despesas já esperadas, muitas outras preocupações e imprevistos. Empresários e empreendedores se questionam sobre como encerrar mais um período com as contas no 'verde', livre de problemas para o ano que logo mais se inicia.

Prevendo esses acontecimentos que podem comprometer inclusive a existência de muitas pequenas empresas, o Blog do Bruno Muniz acionou uma especialista no assunto que deu dicas para que comerciantes possam chegar em 2018 com o orçamento dos negócios mais organizado.

Santa Cruz do Capibaribe, por exemplo, possui milhares de empresas pequenas e médias, o que diretamente caracteriza uma necessidade de organização fiscal e contábil. Em entrevista, Janaína Marques que é contadora analisa os preceitos básicos para o crescimento e a manutenção de um negócio.
"Um empreendedor que visa o crescimento da sua empresa precisa ter conhecimento profundo sobre a situação financeira do negócio. A contabilidade ela deve ser encarada como um recurso valioso de gestão e não como uma obrigação enfadonha", – destacou Janaína.
Para a contadora, as vantagens de se manter um negócio dentro da legalidade e controlado possui vários benefícios, dentre eles um controle maior das finanças e do capital de investimento.
"Entre as várias vantagens de uma boa análise contábil está a melhor compreensão dos custos e das despesas da empresa, além da rentabilidade do capital investido. E com essas informações o empreendedor ele pode direcionar a melhor decisão e os seus aportes", – explicou.
Janaína também destacou pontos cruciais sobre a gestão contábil, podendo o empresário optar regimes distintos de tributação e assim proporcionar ao negócio um crescimento gradativo e controlado.
"Outro benefício também de uma boa gestão contábil é a redução de carga tributária incidente de uma empresa. Com uma boa orientação de um contador o empresário pode escolher o regime de tributação mais adequado para o seu negócio em determinado momento. Principalmente agora em dezembro e janeiro, é quando as empresas podem fazer uma opção de regime simples ou regime normal das empresas", – disse.
Ainda de acordo com a contadora, o quadro de colaboradores também é um ponto interessante a ser observado pelo âmbito do controle e economia.
"Muito se empresários se questionam principalmente sobre o quadro de colaboradores. Nesses casos as empresas devem investir em uma consultoria contábil", – pontuou.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso