.

Quadrilha que cometia assaltos na região do Agreste foi presa

Grupo estaria agindo em Belo Jardim, Poção e Sanharó.
Fotos: Polícia Militar de Pernambuco (Divulgação)
No início desta semana a Polícia Militar recebeu uma série de denúncias dando conta que indivíduos que integravam uma quadrilha estariam praticando assaltos em vários municípios do Agreste, dentre eles Belo Jardim, Poção e Sanharó. Diante das acusações policiais passaram a investigar e monitor possíveis suspeitos, estes atribuídos de crimes com requintes de violência e muita audácia.

Em ponto de abordagem o efetivo da PM saiu em busca dos criminosos e acabou capturando cinco deles, sendo os mesmos identificados como 'Sandro', 'Júnior', 'Burrego', 'Ratão' e 'Negão'. O policiamento informou que o grupo atuava em conjunto e os crimes eram quase praticados durante o dia.
Foto: Polícia Militar de Pernambuco (Divulgação)
Inicialmente o efetivo parou dois dos suspeitos em uma rodovia do Agreste. Na ocasião, a dupla estava em uma motocicleta e ao serem parados foi constatado que os suspeitos estavam em posse de uma espingarda calibre 20 com a numeração raspada, além de dois cartuchos prontos para uso.

Policiais responsáveis pela área que compete ao município de Poção também informaram que receberam denúncias dando conta que haviam quatro homens no interior de um veículo modelo Gol cometendo assaltos no município. Para os policiais, dois desses criminosos seriam os mesmos que foram presos com a motocicleta.
Foto: Polícia Militar de Pernambuco (Divulgação)
O policiamento atuante pela 8ª CIPM ainda conseguiram prender mais três jovens em outras circunstâncias, estes que confessaram crimes de assaltos na região e foram postos lado a lado com a dupla anteriormente presa. Ao todo, cinco homens permanecem detidos por provavelmente integrarem a mesma quadrilha.

A motocicleta aprendida na oportunidade das primeiras prisões era adulterada e estava com o número de chassi corrompido. Com os criminosos ainda foram localizados um revólver calibre 38, dois simulacros de arma de fogo, dois aparelhos celulares, uma quantidade não informada de maconha e dinheiro.

A Polícia Militar destacou que o grupo é suspeito de praticar dezenas de assaltos nos municípios citados e, que agora, as investigações devem seguir com o intuito de chegar até mais supostos envolvidos.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso