.

Fumaça em agência bancária de Santa Cruz do Capibaribe não foi incêndio, afirma polícia

Rumores de possível assalto também foram esclarecidos.
Foto: Divulgação
Na noite da última sexta-feira (03) um suposto incêndio gerou uma grande movimentação em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco. Na ocasião moradores que residem nas imediações da Caixa Econômica Federal, agência I, avistaram fumaça saindo do interior da área onde ficam os caixas eletrônicos e acionaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Assim que os órgãos competentes chegaram no local ficou constatado que o problema em questão não era incêndio, mas um dispositivo de segurança que solta fumaça que foi acionado. Os policiais que estiveram no local suspeitam que alguém tenha tentado abrir a porta da agência e acabou acionando o sistema.

Alternativa de segurança
De fora ficou impossível de se avistar os caixas eletrônicos no interior da agência – Foto: Divulgação
Os dispositivos que soltam fumaça e dificultam a respiração das pessoas que estiveram presentes no local foi uma alternativa estudada e desenvolvida pela Federação Brasileira dos Bancos para combater crimes contra caixas eletrônicos muito frequentes no Brasil.

A Febraban sustenta ainda que a fumaça só é liberada em casos de real necessidade e que não é nociva, causando apenas leve tontura naqueles que possam a inspirar, o que em casos de ações criminosos acaba impedindo que os indivíduos prossigam com a atividade.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso