.

Porque estamos mais insensíveis

Das câmaras ao Congresso, estamos rendidos.
Imagem meramente ilustrativa
A abordagem poderia ser outra: Porque estamos mais sensíveis do ponto de vista político. Com o passar das décadas a classe política de hoje permanece massacrando a sociedade com articulações e conchavos que enterram a ética e o bom senso comum.

Os 'coronéis' perderam a 'patente', mas ainda decidem o nosso futuro mesmo quando o exercício do voto não é solicitado. Das câmaras ao Congresso o que se vê são parlamentares habilidosos quando o assunto é se moldarem conforme o momento, deixando para trás posicionamentos ideológicos, conceitos básicos e a tão comentada honestidade.

Embora haja essa dita sensibilidade da crítica contra os desmandos da política, estamos insensíveis quanto ao que nos compete. Cobrar mais rigidamente se tornou algo dispensável e as redes sociais parecem muito mais confortáveis para ataques diretos contra determinadas figuras que regem os direcionamentos do nosso Brasil.

Ir às ruas e exigir de fato foi uma moda social que morreu em 2014, virou história. As ditas redes sociais, ferramentas incríveis contra a classe política corrupta, estão sendo utilizadas para atrofiar toda uma geração. A insensibilidade que nos afetou parece também ter atingido a nossa capacidade evolutiva de rejeitar o que nos é extremamente insuportável e que prejudica a nossa própria sobrevivência. Estamos rendidos.

Por Bruno Muniz

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso