.

O limite da revolta – Ladrão aponta arma para criança e acaba sendo espancado por populares em Santa Cruz do Capibaribe

Pai entrou em luta corporal com o criminoso e conseguiu tirar dele o armamento; O acusado foi preso.
Lucas tem tatuada no ombro um carpa, imagem que no mundo do crime remete ao tráfico de drogas – Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Por volta das 12h desta terça-feira (24) uma tentativa de assalto terminou em confusão no município de Santa Cruz do Capibaribe, mais precisamente na Rua Manoel Monteiro da Paixão, entre os bairros São Jorge e Malaquias Cardoso. Na ocasião um criminoso tentou assaltar uma família e durante a ocorrência direcionou uma arma de fogo para uma criança de pouco mais de um ano, situação que revoltou o pai da mesma.

Em um momento de extrema fúria, o pai da menor conseguiu acertar um soco na mão do bandido, fazendo com o que a arma que estava em posse do mesmo caísse. Neste momento o acusado do crime que estava acompanhado de outro indivíduo tentou fugir, porém foi capturado pelo pai em questão que iniciou uma luta corporal com o assaltante.
Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)
Durante o embate populares ajudaram o homem a imobilizar o criminoso identificado como Lucas Adilson Silva de Araújo, este que recebeu diversas pancadas, principalmente na cabeça, ficando caído no local até a chegada dos policiais. O segundo envolvido no assalto conseguiu fugir. Em suas falas o pai da criança destacou que o assaltante teria disparado contra ele, porém o revólver não teria supostamente funcionado.

A arma utilizada no crime foi recolhida no local pelos policiais que a encaminharam para delegacia local juntamente com o acusado. Dezenas de vizinhos presentes na hora da ocorrência testemunharam em favor do pai que não teve o seu nome relevado. O caso será investigado no decorrer do dia com a ouvida de testemunhas.

Confira:


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso